• André Porporatti

Saúde Baseada em Evidências

Diante dos avanços tecnológicos na área da saúde, de novas técnicas e materiais e principalmente da quantidade e rapidez na disseminação de informações científicas, o profissional dos tempos atuais precisa questionar a sua prática clínica e suas escolhas em todas as suas vertentes. Hoje, a Medicina Baseada em Evidências começou a se desenvolver de forma definitiva. Antes disso, o conhecimento científico estava pautado quase que exclusivamente em livros-textos e opinião de especialistas.


O termo “Medicina Baseada em Evidências” (MBE) é relativamente novo. Pesquisadores da Universidade McMaster começaram a usar o termo na década de 1990, definido por David Sackett como a “utilização criteriosa, explícita e conscienciosa da melhor evidência disponível, para tomar decisões sobre o atendimento clínico de cada paciente individualmente”.

A prática em saúde está se tornando cada vez mais complexa e os pacientes mais bem informados.


Pesquisadores e profissionais da área da saúde devem entender os preceitos da ciência baseada em evidências e também devem reconhecer os desafios que se apresentam para a comunidade de pesquisa para fortalecer as evidências disponíveis e melhorar os processos de resumir as provas e traduzi-la em prática.


Precisamos estudar mais ciência. Integrar a avaliações criteriosa da evidência científica, com a experiência clínica do profissional e as necessidades e preferências do paciente.


 
  • Se você é Dentista ou aluno(a) de odontologia, e quer diminuir o tempo de ajustes clínicos da sua Placa Oclusal e quer ter excelente resultados com Placas Oclusais nos seus pacientes com Bruxismo e DTM, clique aqui



  • Se você é um paciente com Bruxismo e quer entender melhor o que está acontecendo com você, e o que as pesquisas atuais vêm falando sobre ele. Eu fiz um curso detalhado com mais de 5h, Explicando o Bruxismo. Se você quer saber mais sobre ele, clique aqui

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo